A Ecofrotas promove a convergência entre o econômico e o ecológico na gestão de frotas e suas emissões

11/12/2011
COMPARTILHE

A Ecofrotas identificou no EPC uma oportunidade de contribuir para a integração da gestão das emissões das frotas dos fornecedores das empresas.

Devido ao fenômeno das mudanças climáticas e aos desenvolvimentos políticos relacionados, fica evidente que não é possível desassociar o conceito da mitigação das emissões de gases de efeito estufa (GEE) do posicionamento sustentável das empresas. Esse contexto se reforça no caso da Ecofrotas, por a empresa atuar no segmento de transportes, uma das principais fontes de emissões de GEE.

Considerando esse fato, a própria marca Ecofrotas nasceu no processo de reposicionamento da empresa, cujo principal objetivo era passar a auxiliar os clientes a reduzir suas emissões de GEE. Hoje, essa ação é desenvolvida em paralelo à já tradicional redução de custos proporcionada pelos serviços de gestão de frotas. Além disso, a empresa passou a atuar como indutora de transformação no mercado de gestão de frotas ao englobar desde a orientação ao cliente para o uso de veículos menos poluentes, passando pelo plano de manutenção preventiva da frota, controle de utilização de combustíveis renováveis e pela conscientização de condutores sobre a importância da condução consciente. Ou seja, passou de um fornecedor para um parceiro estratégico de seus clientes.

Com o intuito de consolidar esse posicionamento, a Ecofrotas tem desenvolvido uma série de ações, incluindo a adesão à Plataforma Empresas pelo Clima. Nesse ambiente, está em constante contato com as melhores práticas em mudanças climáticas e contribui para a construção de políticas públicas que incentivam a busca por uma economia de baixo carbono. Esses processos têm lhe proporcionado um melhor entendimento dos desafios das empresas para estender o processo de gestão das emissões para suas cadeias produtivas. Com isso, foi identificada uma grande oportunidade de contribuir para a integração da gestão das emissões das frotas dos fornecedores das empresas.

Outro ponto relevante foi a percepção de que, em muitas empresas, falta uma convergência entre as áreas internas: os objetivos de sustentabilidade estão alinhados com os objetivos globais da companhia, porém, conflitam com objetivos específicos de cada área. No que se refere à gestão de frotas, em muitos casos é necessário reunir os gestores de frota e de sustentabilidade para uma tomada de decisão conjunta; só assim é possível equilibrar fatores econômicos, ecológicos e sociais.  

Em paralelo a essas ações junto aos clientes, a Ecofrotas tem buscado a melhoria contínua de seus processos internos, certificando suas unidades com a ISO 14.001, respondendo voluntariamente ao Carbon Disclosure Project (CDP), elaborando o relatório de sustentabilidade no modelo Global Reporting Initiative (GRI) e realizando inventário de emissões de GEE (sendo que as emissões de 2010 foram compensadas com a compra de créditos de carbono).

Todos esses esforços podem ser resumidos no fato de que, apesar de o setor de transporte estar dando apenas seus primeiros passos em direção à sustentabilidade, empresas líderes já comprovaram os resultados da parceria com a Ecofrotas, tanto na economia da operação como na redução das emissões de CO2. Juntas, Kimberly-Clark, Vivo, 3M, Protege e Sadia  já reduziram em cerca de 13% os custos de suas frotas e evitaram a emissão de 30 mil toneladas de CO2e.

Além dessas empresas, muitas outras já estão engajadas no processo para tornar sua frota mais sustentável, contribuindo para a mitigação das mudanças climáticas. O desafio da Ecofrotas é continuar auxiliando seus clientes nesse processo, de forma cada vez mais inovadora.

Disclaimer: A empresa atesta e se responsabiliza pela veracidade e rigor das informações relatadas. A Fundação Getulio Vargas se exime de quaisquer responsabilidades sobre as informações prestadas pela empresa. A publicação dos cases não implica em endosso ou aprovação das práticas da empresa pela Fundação Getulio Vargas.

Mais Lidos

Nenhum post encontrado.