A Suzano torna-se pioneira ao quantificar a pegada de carbono de seus produtos

11/12/2011
COMPARTILHE

A Suzano conquistou o selo “Carbon Reduction Label” da Carbon Trust, se comprometendo a reduzir as pegadas de carbono de seus produtos.

A Suzano é uma empresa de base florestal, com 87 anos de atuação nos segmentos de celulose de mercado e papel. É a segunda maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, e está entre as dez maiores de celulose de mercado e líder no mercado de papel no Brasil e na América Latina. Em 2010, com a definição de um novo posicionamento estratégico, sua atuação da ganhou duas novas frentes: energia renovável e biotecnologia.

Por tratar-se de uma empresa de base florestal, a sustentabilidade está inserida na estratégia da Suzano. Entre os diversos trabalhos voltados à sustentabilidade, a Suzano acredita na importância do tema mudanças climáticas. Portanto, tem desenvolvido projetos que direcionem seus negócios a uma Economia de Baixo Carbono.

O projeto da pegada de carbono, iniciado em 2009, compreende o cálculo das emissões de GEE associadas ao ciclo de vida dos produtos. Os limites de cálculo da pegada de carbono variam conforme a categoria do produto. Para a quantificação da pegada de carbono de produtos B2B, o escopo de cálculo inclui desde a etapa de produção de matérias-primas até a distribuição do produto (portão do cliente). Já para os produtos B2C, o cálculo é considerado do “berço ao túmulo”, ou seja, todas as atividades até a disposição final.

Esse trabalho levou a Suzano a ser a primeira empresa do setor de celulose e papel no mundo e a primeira da América Latina entre todos os setores a quantificar as pegadas de carbono de seus produtos baseada na metodologia PAS 2050 e certificar com o selo Carbon Reduction Label.

A metodologia PAS 2050 foi a primeira e ainda hoje é a única publicada para o cálculo de pegada de carbono de produtos. A instituição Carbon Trust como entidade validadora e certificadora do processo, concedeu aos produtos o selo Carbon Reduction Label. Esse selo impõe à Suzano um compromisso de redução das pegadas de carbono de seus produtos. A cada dois anos essas serão recalculadas e novamente verificadas pela Carbon Trust. E deverão apresentar uma redução para a manutenção do selo. Para isso, a Suzano já tem em curso um processo de análise de oportunidades de redução de emissões de GEE em seus processos florestais e industriais.

Por esse motivo a Suzano enxerga o compromisso de redução como um dos principais desafios relacionados à sustentabilidade de suas atividades. Este desafio está diretamente conectado com a preocupação e o compromisso que a Suzano tem em oferecer produtos de excelência aos seus clientes e consumidores.

Disclaimer: A empresa atesta e se responsabiliza pela veracidade e rigor das informações relatadas. A Fundação Getulio Vargas se exime de quaisquer responsabilidades sobre as informações prestadas pela empresa. A publicação dos cases não implica em endosso ou aprovação das práticas da empresa pela Fundação Getulio Vargas.

Mais Lidos

Nenhum post encontrado.