Vale atua com o compromisso de contribuir para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono

11/12/2011
COMPARTILHE

A Vale busca a redução de emissões de GEE por meio da gestão de projetos de redução e sequestro de carbono

No dia a dia de suas atividades, a Vale atua de acordo com as Diretrizes Corporativas sobre Mudanças Climáticas e Carbono, instituídas em 2008. A Vale elabora o seu inventário de emissões de gases de efeito estufa (GEE) desde 2005. Esta iniciativa permitiu à empresa conhecer o seu perfil de emissões, e, a partir de então, desenvolver estratégias e planos para seguir o modelo de desenvolvimento baseado em uma economia de baixo carbono. Alguns exemplos dessas ações são: investimentos na proteção de florestas e outros ecossistemas; pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias; melhoria na eficiência energética e intensificação do uso de fontes renováveis de energia. Além disso, a Vale apoia e participa da mobilização conjunta de organizações setoriais, governo e empresas a fim de contribuir com o desenvolvimento de marcos regulatórios, na busca de soluções para as mudanças climáticas.

Emissões de Gases de Efeito Estufa

A Vale divulga informações sobre suas emissões de GEE através do Relatório de Sustentabilidade (GRI), do Carbon Disclosure Project (CDP), e do Programa Brasileiro GHG Protocol. A empresa foi a única mineradora reconhecida com o selo de ouro pelo programa, por ter seu inventário de emissões de GEE completo e verificado no ano de 2010.

Visando à melhoria contínua e ao aumento de sua aderência aos cinco princípios do GHG Protocol, em 2010 a Vale forneceu treinamentos específicos em emissões de GEE para seus funcionários engajados no tema e ampliou e desagregou sua etapa de análise crítica dos dados de atividade do inventário (Transparency). Este esforço resultou na redução de incertezas (Accuracy) e elevou a robustez do levantamento.

Como parte da estratégia de redução de GEE, a empresa busca a redução contínua de emissões específicas de GEE por meio da gestão do seu portfólio de projetos de redução e sequestro de carbono. Para isto, iniciou em 2009 a implantação de um Plano de Ação em Sustentabilidade (PAS) visando o estabelecimento de melhorias nos indicadores relacionados às mudanças climáticas.

Além disso, a empresa trabalha fomentando a redução de emissões de seus fornecedores e clientes. A Vale aderiu ao CDP Supply Chain, iniciativa que permitirá engajar os fornecedores no tema de mudanças climáticas e melhorar as emissões de escopo 3 (escopo que se refere à emissões indiretas, de acordo com a metodologia GHG Protocol). Também está em andamento um projeto-piloto de análise de ciclo de vida de um produto da Vale (pelota de ferro da operação de Vargem Grande) , que contempla o cálculo da sua pegada de carbono, ou seja, suas emissões desde a produção dos insumos utilizados até a entrega e consumo do cliente final.

A Vale entende que a adoção de uma meta global de redução de emissões de GEE é essencial para a mitigação dos impactos da mudança do clima. A fim de impulsionar a redução de suas emissões e de tornar os seus processos produtivos mais eficientes, a empresa validará a sua meta em 2011.

Disclaimer: A empresa atesta e se responsabiliza pela veracidade e rigor das informações relatadas. A Fundação Getulio Vargas se exime de quaisquer responsabilidades sobre as informações prestadas pela empresa. A publicação dos cases não implica em endosso ou aprovação das práticas da empresa pela Fundação Getulio Vargas.   

Mais Lidos

Nenhum post encontrado.